O plano de ação do C4G foca-se na integração através de disciplinas e instituições, construindo uma relação próspera na comunidade C4G e com os seus stakeholders e na criação de uma cultura de prestação de serviço. Para este fim, a Comunidade ativa do C4G está estruturada em Grupos de Trabalho (GTs) e em Linhas de Ação (LAs), sendo que os GTs funcionam como agentes pilares de toda a estrutura uma vez que são estes que geram e consequentemente partilham dados e equipamento científico. Transversalmente, as LAs integram os vários GTs no sentido de prestarem serviços mais abrangentes e societais e assim garantir uma melhor resolução de questões complexas em Ciências da Terra Sólida.

Grupos de Trabalho:

  • Dados sismológicos e redes
  • Exploração geofísica
  • Laboratórios de física das rochas e geomecânica
  • Dados e observações magnéticas
  • Laboratórios de paleomagnetismo
  • Dados e laboratórios geológicos
  • Laboratórios geoquímicos e mineralógicos
  • Redes e dados geodésicos e gravimétricos
  • Geomatemática, modelação e computação
  • Deteção remota
  • Laboratório de reflexão sísmica marinha e batimetria
  • Georrecursos, extração e processamento
  • Monitorização de ambientes com permafrost

Linhas de Ação:

  • Serviços integrados para ciência fundamental
  • Serviços integrados para geo-recursos
  • Serviços integrados de mitigação de riscos naturais
  • Serviços integrados para o geoambiente
  • Geologia Marinha            
  • Serviços integrados para mitigação de riscos cósmicos                  
  • Serviços integrados de mitigação de riscos antropogénicos

 e as LAs transversais,

  • Formação profissional, técnica e científica
  • Interação com stakeholders, incluindo a indústria
  • Comunicação e divulgação, incluindo a promoção da perceção pública e a disseminação de regras e serviços de acesso
  • E-infraestrutura de desenvolvimento e manutenção